Arquivo para Marketing

Palavras do Dono do Wal-Mart

Posted in Artigos with tags , on 02/02/2010 by Jonathan C. Becker

Recebido por e-mail do Presidente do Distrito Múltiplo LEO L D – Brasil, C.LEO Diego Piazza:

“Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos o meu pedido.

Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.

Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal.

Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado.

Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranqüilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera.

Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si ou, simplesmente abaixam a cabeça e fingem não me ver.

Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas.

Engana -se.

Sabe quem eu sou?

EU SOU O CLIENTE QUE NUNCA MAIS VOLTA!

Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua firma.

Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito era apenas a pequena gentileza, tão barata, de me enviar um pouco mais de CORTESIA”.

“Clientes podem demitir todos de uma empresa, do alto executivo para baixo, simplismente gastando seu dinheiro em algum outro lugar.”

(Wal-Mart é a maior rede de varejo do Mundo)

Anúncios

Propaganda é a alma do negócio

Posted in Campanhas, Comunidade, Notícias with tags , on 11/12/2009 by Jonathan C. Becker

Campanha do LEO Clube Criciúma Centro, entrevista no Programa Adelor Lessa na Rádio Som Maior FMAmanhã o LEO Clube Criciúma Centro dará início, efetivamente, à campanha Viva Criciúma. Serão distribuídas mais de 1.000 mudas em troca de alimentos e livros, nos bairros São Luiz, Michel, Santa Bárbara, Cruzeiro do Sul, Pio Corrêa e Mina Brasil. A campanha terá o apoio da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Criciúma – FAMCRI.

Por muito tempo, os Lions e LEO Clubes guardaram para si suas realizações. Mas os tempos mudaram. Percebemos que, para o sucesso de uma campanha, a divulgação é imprescindível. Jornais, rádios, sites, televisão… Tudo é válido.

Na campanha Viva Criciúma, estamos investindo pesado na divulgação. Hoje, já concedi entrevistas nos programas do Adelor Lessa (Rádio Som Maior Premium FM) e João Paulo Messer (Rádio Eldorado AM). Ambos tem um grande alcance em Criciúma, e são sinônimos de credibilidade e informação de qualidade!

LEO Clube Criciúma Centro - C.LEO Jonathan Becker e Jonatha Manique Barreto, após entrevista no Programa João Paulo Messer, na Rádio Eldorado AM

Ainda hoje, teremos entrevista nas rádios Hulha Negra AM (Programa Adilamar Rocha, a rainha da rádio criciumense) e Transamérica FM (Programa Transa em Debate Esportes, com Mário Lima, Milioli Neto, Bebel Vieira e reportagens da querida Giselle Tiscoski). Fiquem ligados!

15 Idéias para Divulgar o Clube

Posted in Artigos, Mensagem do Presidente with tags , on 24/11/2009 by Jonathan C. Becker
1. ExpoLEO

Quem não é visto não é lembrado! Isso é fato. Por isso, aproveite oportunidades como feiras, concursos e festas da comunidade. Neste ano, no mês de dezembro, teremos o ENEM sendo realizado justamente nos dias 5 e 6 de dezembro (o primeiro, Dia Mundial de LEO Clubes). Por que não se informar sobre os locais de prova, enviar um ofício para a direção da instituição e requisitar um espaço para fazer uma exposição sobre as ações de seu LEO Clube? Você pode mostrar troféus, medalhas, antigos uniformes, pins, certificados, fotos, anúncios de jornal…
2. Vista a Camisa

Uma das melhores formas de despertar curiosidade nas pessoas é portar uma camiseta do LEO ou um pin. Alguém sempre vai acabar perguntando “o que é?”. Aí surge a oportunidade de você estabelecer contatos, falar sobre os trabalhos que o Clube vem realizando e até mesmo convidar novos associados. Dia 4 de dezembro vai ter festa de Santa Bárbara e sua avó vai te carregar para ajudar? Ótimo! Vista a camisa do LEO! (Já notou como o integrantes do Grupo Shalom são facilmente identificáveis?). Lembre-se também que Lions e LEO são mundialmente conhecidos, e o simples hábito de utilizar um pin já livrou muita gente de apuros…
3. Shopping

A maioria dos LEO Clubes são organizados em cidades interioranas, que não possuem shopping centers.  Aqui em Criciúma, é muito comum que o pessoal com idade entre 13 e 18 anos se reúna no shopping com os amigos para bater um papo, fazer um lanche ou ir ao cinema (principalmente agora com “Lua Nova”, da série Crepúsculo, em cartaz =P). Uma boa pedida é estabelecer uma parceria com a administração e promover uma exposição com fotos de suas ações de serviço. Não esqueça de deixar um aviso com as datas e locais das reuniões, e alguma forma de contato.
4. Balcão de Informações no próximo projeto

Seu Clube está auxiliando a Secretaria de Saúde na campanha de vacinação? Que tal colocar uma mesa com informações no local do projeto para que o público saiba que o LEO é um dos parceiros?
5. Prepare uma lista de possíveis associados

Sempre que montar uma exposição sobre o LEO, balcão de informações ou algo nesse sentido, lembre da idéia de aplicar um livro de visitas. Peça informações básicas como nome, idade, telefone e e-mail. É interessante guardar esses contatos, e organizar uma lista de possíveis associados. Mantenham-nos informados (e-mail não custa nada) sobre suas campanhas e reuniões. Ações como esta costumam render frutos.
6. Faça publicidade no jornal local

Os jornais querem divulgar nossas atividades. Eles precisam de pauta! É só praticarmos o hábito de enviar informações sobre nossos projetos e campanhas. Posse de novos associados? Nova diretoria? Projetos? Não exite em mandar um e-mail para a redação ou dar um telefonema para aquele colunista que você conhece. Mostre que somos uma organização acessível e ativa!
7. Exposição em ponto de compra

Pense nos pontos comerciais que o público jovem costuma frequentar em sua cidade. Lanchonetes, sorveterias, cinemas, lojas de roupas… Pensou? Peça aos proprietários para deixarem o Clube colocar panfletos numa pratileira ou no balcão perto da saída, para que a comunidade tome conhecimento sobre seu Clube.
8. Rádio

As rádios, assim como os jornais, precisam de pauta. E elas, mais do que qualquer outro meio de comunicação convencional, são abertas à população e organizações voluntárias. Convide uma estação de rádio local para transmitir diretamente de um evento especial ou peça que a estação divulgue anúncios de utilidade pública sobre suas campanhas.
9. Vídeos intitucionais

Hoje, é muito mais fácil produzir um vídeo de qualidade. As máquinas fotográficas digitais tem resoluções cada vez melhores, e praticamente todas já possuem a função de filmagem. Você pode falar com aquele seu amigo geek (obcecado por tecnologia), e ele com certeza vai saber te dar todas as dicas sobre como editar um vídeo digital com o Movie Maker, Sony Vegas ou Adobe Premiere. Depois, é só criar uma conta no YouTube e disparar os links pela rede mundial de computadores!
10. Redes Sociais

Quem são os maiores utilizadores de redes sociais (Orkut, Facebook, MySpace, Twitter…)? Adolescentes! Eles estão sempre ligados nas novas tecnologias, e dificilmente passam um dia sem acessar suas contas em sites ou visitar blogs. Crie uma conta para seu Clube e comece a publicar conteúdo. Forneça a senha a outros companheiros. Fica mais fácil para compartilhar fotos, vídeos e manter tudo atualizado.
11. Escreva um blog

Ninguém mais precisa ser um expert em programação para desenvolver uma página web de qualidade. Uma boa pedida é criar uma conta aqui no WordPress (experiência própria: já utilizei as mais diversas ferramentas de blogs, e é a que reúne o maior número de funcionalidades com uma praticidade incrível – e o melhor, sem custo algum), e começar a postar. Utilize recursos de SEO (algumas dicas que fazem seu site ser mais facilmente reconhecido em buscadores como o Google), estabeleça parcerias com outros blogs e sites, e principalmente: mantenha-o atualizado.
12. Apresentações Pessoais

Ofereça-se para falar em eventos da comunidade e em outros fóruns que envolvam líderes comunitários e cidadãos interessados. Explique como os Leões e LEOs ajudam a comunidade e fale sobre os projetos de serviço que estão apoiando no momento.
13. Recrutamento individual

Na próxima reunião do Clube, dê um toque para aquele seu amigo que tem perfil para se tornar um associado LEO. Convide-o para participar da reunião ou de alguma campanha, sem compromisso. O máximo que você vai receber é um não.
14. Cartazes

Produza cartazes chamativos, com fotos que mostrem um pouco do nosso trabalho. Distribua em pontos estratégicos, como murais de colégios e terminais de ônibus (não faça feio: peça permissão antes). Informe também, no cartaz, sobre as reuniões e o contato de algum Companheiro.
15. Boletim do Clube

Envie uma edição especial do boletim do seu clube aos possíveis associados e autoridades locais. Uma medida econômica e ecologicamente correta é produzir documentos eletrônicos, em pdf, e enviar por e-mail.

Verdadeiro “Marketing de Guerrilha”

Posted in Artigos with tags on 23/11/2009 by Jonathan C. Becker

A McCann Erickson de Melbourne desenvolveu uma ação bem diferenciada, dentro de um centro empresarial, para divulgar a empresa australiana de seguros Lifebroker: colocou um cofre dando a impressão que o mesmo despencou (como nos clássicos desenhos animados), e como a tendência é que as pessoas olhassem para o alto, para compreender de onde caiu o cofre, no teto foi colocado um adesivo com a propaganda da seguradora, e os dizeres “death happens”.

Aniversário do Concorrente

Posted in Artigos with tags on 23/11/2009 by Jonathan C. Becker

Confira abaixo o texto traduzido do e-mail que os funcionários da Ford receberam na véspera da ação, informando-os do que aconteceria e pedindo a participação de todos.

“Assunto: Iluminação da nossa sede para o aniversário de 100 anos da GM

Alguns anos atrás nós celebramos nosso 100º aniversário nos negócios… e que 100 anos foram esses. Nesta terça-feira, dia 16 de setembro, a General Motors celebrará seu 100° aniversário.

Como demonstração das nossas felicitações e de boa vontade, a parte sul da nossa sede será iluminada nesta segunda à noite.

Isso acontecerá abrindo e fechando estratégicamente algumas janelas específicas da parte sul do prédio. Na segunda, dia 15, por favor não mude a posição ou a direção das suas persianas para assegurar que a sede esteja brilhantemente iluminada para o 100° aniversário da General Motors. Nós pedimos sua cooperação e agradecemos você por nos ajudar a fazer a Ford Motor Company brilhar.”

No mundo dos negócios não há bonzinhos e sim espertinhos, e a Ford conseguiu tirar proveito de um fato marcante na história da sua concorrente, acabando por chamar a atenção também para si. Mas não se pode deixar de admitir que foi uma grande sacada de marketing.

Fonte: Tudibão

Redes Sociais

Posted in Artigos with tags on 20/11/2009 by Jonathan C. Becker

Tem se falado muito em redes sociais. Empresas, partidos políticos e até mesmo entidades sem fins lucrativos estão apostando todas as suas fichas em divulgação através delas, em busca de baixo custo, facilidade operacional e, principalmente, resultados.

Há alguns dias, li sobre uma pesquisa realizada pela Altimer Group e Wetpaint, que comprova por A mais B que empresas que investem em mídias sociais apresentam maiores receitas e melhores resultados. A pesquisa foi feita com as 100 empresas mais valiosas do mundo, apontadas pela Business Week.

Quando você coloca sua marca nas mídias sociais, deve levar em consideração principalmente o público alvo. Suponhamos que você tenha uma loja de bonés exclusivos. Diego, Marcos e Paulo Henrique gostam de bonés. Você poderá, então, anunciar diretamente aos três. “Tá, e daí”? Sejam eles clientes de sua marca ou não, eles tem interesse nos produtos que você vende. A chance de que a propaganda surta efeito é muito maior que se você anunciar para Jéssica e Isabela, por exemplo, que são solteiras e definitivamente não costumam utilizar o acessório. Agora imagine uma ação deste nível em escala regional, nacional e até mesmo mundial. Em qual outro tipo de mídia você consegue esse nível de monitoramento, de objetividade, de relevância e de resultados?

No Facebook, por exemplo, você pode avaliar se uma propaganda é ou não de seu interesse. Esse “filtro” permite uma publicidade melhor dirigida, condizente com seus interesses.

Esses dias, quando assisti a uma brilhante palestra com o Marcelo Tas (mesmo que você não assista o CQC, o que é difícil, se tiver mais ou menos a minha idade deve lembrar do “Professor Tibúrcio” do Rá-Tim-Bum), a motivação dessas novas ferramentas ficou bem mais clara para mim. Agregar valor aos followers e OUVIR o que as pessoas tem a dizer.

Comentar, responder, indicar, respeitar, valorizar e agradecer é o mínimo que se deve fazer. Feito isso, é hora de começar a agir, pensar em estratégias de ação, começar a monitorar o que falam sobre a marca e criar ações promocionais que atraiam visibilidade.

As redes sociais movem o mundo. É totalmente viável construir uma empresa usando a força das redes sociais. O maior exemplo disso é o Camiseteria, loja virtual de camisetas. A única diferença dele para qualquer outra marca que vende camisetas é que quem faz o produto dele são os integrantes das redes sociais as quais eles estão inseridos. Hoje são os maiores vendedores de camiseta do Brasil.

A Qual A-Versão, fabricante de bottons e camisetas de Araranguá, descobriu nas redes sociais uma ótima forma de divulgar seu trabalho. Hoje, possui clientes espalhados por todo o Brasil.

Em outras palavras, se você souber usar a força das redes sociais em prol de sua marca, o único resultado que você precisa esperar é o sucesso.

Além de uma incrível ferramenta para receber feedback de seus followers, o Twitter serve como ponte entre links, blogs e portais. Não se pode colocar um post, artigo, vídeo, slide ou outras mídias num espaço de 140 caracteres, obviamente. Mas como a web não é feita apenas de pequenas frases, o negócio é usar o Twitter para divulgar de forma rápida e eficaz o conteúdo relevante que encontramos/produzimos na web, ou seja, links.

É cada vez mais claro que os utilizadores de internet não se sentem atraídos por anúncios convencionais. Neste sentido, é necessário criar novas tendências e novos desafios, que consigam efetivamente “agarrar” o consumidor, apresentando uma mensagem mais apelativa e original. Uma das novas formas de atingir o consumidor é através de uma abordagem mais autêntica, o denominado ‘reality marketing’. Esta nova tendência do marketing visa criar uma peça de marketing, como um vídeo viral por exemplo, que, apesar de parecer real e genuíno, foi contudo cuidadosamente encenado. A vantagem na utilização deste tipo de técnica é a criação de um sentido de mistério e ambiguidade, que idealmente resultará numa discussão em torno do conteúdo e, ou, marca que está por trás da acção. Aqui é necessário ter em conta o perfeito equilíbrio entre a presença da marca no vídeo, que não deverá ser demasiado exagerada, sendo porém necessário que a peça de marketing conduza à própria marca. É neste perfeito equilíbrio que reside, ou não, o sucesso de uma campanha de ‘reality marketing’. Um dos exemplos deste tipo de campanha, foi o filme realizado pela Microsoft intitulado Megawoosh e que tinha por “objetivo” promover e procurar investidores para o projecto Megawoosh, o maior escorrega de água do mundo. Para tal, a Microsoft criou uma companhia fantasma – o Projekt Bureau Kammerl – que supostamente seria a construtora do escorrega. A Microsoft esperou algum tempo enquanto as discussões em torno do vídeo, e do fato de ser ou não real, disparavam na blogosfera e Twitter, para revelar que estava por detrás dessa campanha. O resultado foi as mais de 3,7 milhões de visualizações no canal Youtube. Outro exemplo mais recente foi o lançamento do Novo Orkut.

Ok, mas o ponto onde eu quero chegar é que, embora hoje as redes sociais sejam bastante plurais, e tenham um alcance bastante amplo, a maior parte de seus usuários ainda são jovens, entre 12 e 30 anos. Peraí, você prestou atenção nesse dado? Doze a trinta é justamente o limite de idade dos associados LEO. Não é brilhante? (:

E é justamente pensando nisso que estamos reformulando toda nossa estratégia de marketing web. Nos devemos estar onde nosso verdadeiro público realmente navega: Orkut, Twitter, Facebook, MySpace, Flickr…

É claro que uma mudança como essa não acontece do dia para a noite. Envolve planejamento, e muita energia para sua execução. Mas não podemos deixar para amanhã! A evolução é aqui e agora!